Cooperativismo

OCB

CNCoop/OCB/Sescoop, representação oficial do Cooperativismo Brasileiro conforme legistação em vigor

Foto com Márcio e Tadeu

Nesta foto o Presidente do Sistema CNCoop/OCB/Sescoop entrega o troféu do cooperativismo Brasileiro a Helmut Egewarth pelos 28 anos trabalhados na OCB, no dia em que se aposentou para dedicar-se à Hatha-HE (05/06/2013).

Despedida do Helmut

Após anos de trabalho na OCB, Helmut se despede dos colegas.

     É conveniente repensar coletivamente o Cooperativismo no contexto atual… Para isso criou-se o portal da Interlocução com mais de trinta assuntos relevantes para a sociedade. Cada assunto é identificado por um número e um interlocutor para as pessoas fazerem os seus comentários.

     É de fundamental importância o Sistema Cooperativista, os governos, as igrejas e outras entidades terem um site oficial de comunicação, que é a estrutura óssea e muscular de um corpo, mas as redes sociais têm a mesma importância, pois são o sangue e o ar que neles circulam, oxigenando todas as células, ou seja, o Espírito que tudo vivifica.

     As entidades que tentaram controlar a imprensa fracassaram, inclusive as mais poderosas em âmbito mundial. Isso demonstra que estamos na era da comunicação, onde a Verdade está acima do poder e ela sempre vingará.

     Vivemos no auge da escuridão (Kali Yuga), em que os poderosos usam armas para solucionar os problemas que eles mesmos criaram, deixando outros povos em total desespero. Diante disso, grupos apelam à forma extrema para se defenderem, que é o terrorismo, com o respaldo de países que sofrem a opressão desses poderosos, destruindo assim as perspectivas para uma solução pacífica, imprescindível para a convivência da sociedade globalizada no início do terceiro milênio.

     Neste sentido, ler a peça teatral “Durma, meu Filho”, que não foi registrada e pode ser apresentada por qualquer entidade, com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre o contexto em que vivemos. Todas as guerras e o terrorismo podem ser evitados pela meditação através da Sahaja Yoga (www.sahajayoga.org.br), que é gratuita e resulta na saúde física, mental, espiritual e emocional das pessoas.

Papa Francisco
Papa Francisco

Sra. Pauline Green
Sra. Pauline Green

     Nesta escuridão generalizada surgiram dois líderes  que podem orientar a sociedade mundial para uma convivência pacífica. Independente de qualquer convicção religiosa, um deles é o Papa Francisco, que incentiva a aproximação das lideranças religiosas no intuito de harmonizar a convivência humana.

    O outro é a Sra. Pauline Green, Presidente da Aliança Cooperativa Internacional – ACI, que apresenta uma alternativa viável para a reorganização socioeconômica mundial, apoiada pelo Papa Francisco nas seguintes palavras, proferidas no dia 28/02/2015:

“As cooperativas promovem uma nova matemática, onde 1+1=3 e elas podem globalizar a solidariedade mediante os seguintes desafios para o Sistema Cooperativista:

1. Ser o motor de desenvolvimento das comunidades locais;

2. Ativar como protagonista de novas soluções para o bem-estar;

3. Viabilizar a economia em relação à justiça social;

4. Harmonizar o trabalho com a vida familiar;

5. Investir bem nas soluções encontradas.”

Observação: Analisando os projetos da HE, constata-se que eles têm estes objetivos.

     As guerras mais cruéis são as do fundamentalismo religioso, que ameaçam o mundo no início deste milênio. Para evitá-las, sugere-se ler a peça teatral “Assim na Terra como no Céu”, que precisa de direitos autorais para ser apresentada, porque está registrada na Biblioteca Nacional e requer o serviço de profissionais. Companhias de teatro podem se habilitar para isso.

     Outra peça teatral, denominada “Um Gaudério na Estância do Além” ou, em outros termos, “Um Gaúcho no Paraíso”, que também está registrada e requer serviços profissionais, tem por objetivo divulgar a Doutrina, os Valores e os Princípios do Sistema Cooperativista. Esta peça, seguida de um Show Sociocultural, pode ser apresentada em todos os Estados do Brasil e em outros países, com pequenas adaptações.

     A Anedota do Maltrapilho é interessante para os que ainda vivem na ilusão do poder, da posse ou do prazer, pois a vida é muito curta e preciosa demais para perdê-la em vaidades que em nada contribuem para a evolução espiritual.

     O Brasil, de tamanho continental, onde todos os povos convivem pacificamente, é o berço onde nascerá uma nova sociedade, que busca o equilíbrio entre o social e o econômico, priorizando a cooperação ao invés da competição. Tudo indica que o Brasil e vários outros países vão passar por uma longa crise econômica, política e social, que vai resultar em profundas transformações. As crises são férteis para o desenvolvimento do cooperativismo autêntico, identificado com as pessoas mais necessitadas, sem depender do Governo ou de outras entidades.

     Tive a felicidade de trabalhar a vida inteira no Sistema Cooperativista e estou convicto de que ele tem a melhor proposta para a sociedade, principalmente depois da implosão do Sistema Comunista (Socialismo Real) e do caos gerado pelo Sistema Capitalista, ambos não sintonizados com a consciência da cidadania planetária, resultante da globalização. Mas é necessário praticá-lo na sua essência, conforme orientação da ACI e expectativa da ONU, que declarou: As Cooperativas Constroem um Mundo Melhor.


     Pessoas que atuam com o quadro social das cooperativas sempre têm muitas histórias a contar, apelidadas de “causos”. Permitam contar cinco entre os inúmeros já vivenciados.

btn-download-pdf


     Candidatos à interlocução podem se manifestar pelo E-mail: hatha.he@gmail.com. Neste site as pessoas comentam ou complementam os textos. No final do ano cada texto será revisado, levando em consideração as contribuições dos participantes. Favor informar qualquer erro conceitual ou de redação, mesmo que seja apenas uma vírgula, para que seja corrigido.

Saudações Cooperativistas!

Helmut Egewarth